Haddad não cansa de passar vergonha

Posted on Posted in BLOG, DESTAQUES, POLÍTICA

Atualizado, dia 25/10/2018 as 16:04.

Haddad acusa Mourão de ser torturador

Fernando Haddad, não cansa de passar vergonha; a bola da vez agora foi dada em sabatina do candidato ao jornal O Globo na terça-feira, dia 23. Haddad acusou General Mourão do PRTB, vice de Jair Bolsonaro, de ser torturador e ditador. Haddad ainda afirmou,  dizendo que Mourão torturou pessoalmente o músico Geraldo Azevedo. Questionado por jornalistas que participavam da entrevista, o petista disse que fazia tais afirmações com base nas declarações do próprio Geraldo Azevedo.

Geraldo Azevedo Acusa Mourão de te-lo torturado

Geraldo Azevedo acusou  Mourão de ter sido um de seus torturadores em 1969 durante o regime militar. Em seu show no sábado, dia 20 em Jacobina BA o cantor, disse:

“Olha, eu não sei se isso aqui vai entrar em algum choque com a prefeitura, coisa e tal, mas é o meu sentimento de indignação em relação com o que pode acontecer com o Brasil… O Brasil vai ficar muito ruim se esse cara ganhar”.

O Fato é que tanto Azevedo como Haddad, mentiram, pois General Mourão em 1969 tinha apenas 16 anos de idade e cursava a escola militar, o que seria impossível para o acusado ter participado de torturas neste período.

Parece ser o “Modus operandi” de petistas e seus militantes a MENTIRA!

Após polémica Geraldo Azevedo se retrata e emite uma nota: 

“Geraldo Azevedo se desculpa pelo transtorno causado por seu equívoco e reafirma sua opinião de que não há espaço, no Brasil de hoje, para a volta de um regime que tem a tortura como política de Estado e que cerceia as liberdades individuais e de imprensa.” nota do artista

Mourão afirma que irá processar o artista que o acusou de ser torturador

Em entrevista ao Estadão Mourão diz que “Cabe processo”, se referindo as afirmações dadas por Azevedo. “Ele me acusa de tê-lo torturado em 1969. Eu era aluno do Colégio Militar em Porto Alegre e tinha 16 anos”, disse Mourão.

Fernando Haddad volta atrás sobre acusação a General Mourão

Fernando Haddad demonstra seu despreparo para ocupar o maior cargo da república brasileira, com informações erradas (FAKE NEWS). Acusa seus opositores, e ainda faz meia culpa, voltando atrás de suas declarações. Tenta virar o jogo pela vergonha, colocando o artista Geraldo Azevedo como vitima de tudo.

Realmente a coerência do petista nunca foi tão baixa.

A internet é o paraiso de boas ideias. Assista o video: HADDAD E SUA FAKE NEWS exclusiva – O Globo

 

Deixe seu comentário